Artista em Pauta: Camila Averbeck

A entrevista de hoje é com a gaúcha Camila Averbeck, ilustradora e tatuadora. Camila está sempre em busca do autoconhecimento para sentir, transbordar e se conectar com as pessoas através de suas ilustrações e tatuagens autorais.
 
Sobre a Artista – Trabalho como ilustradora e tatuadora, atualmente estou finalizando o curso de moda também. Sempre gostei muito de desenho, ilustração e arte. Na infância desenhava diariamente, porém na adolescência tudo se perdeu… por ser uma fase mais complicada de auto aceitação e por ficarmos bem perdidos em relação a quem somos e ao que gostamos. No entanto, assim que a fase terminou, voltou meu desejo de desenhar e acabei encontrando um curso de aquarela e que, depois disso, não larguei mais. A ideia de trabalhar com o que gosto, ilustração, não passou na minha cabeça até o ano de 2015, antes disso já havia passado por diversas áreas como: escritório de arquitetura, agência publicitária, comércio entre outras. Em 2014, comecei a mostrar o meu trabalho através das redes sociais e fui transitando entre o trabalho na agência e as encomendas. No começo até o ano passado eram apenas as ilustrações em aquarela, atualmente estou atuando também como tatuadora. Tanto no papel como na pele, os desenhos são todos autorais e feitos unicamente para cada cliente.

 

qurrt
Imagens: Camila Averbeck
Qual é a sua maior motivação para criar, como é esse processo criativo? Trabalhar com criatividade pode ser engraçado porque tu tem que saber a hora de criar, de se inspirar ou de responder e-mails e lidar com a parte burocrática. Então acaba sendo tudo programado e agendado para ser feito no momento certo, pois ninguém consegue inspiração o tempo inteiro, por isso organizo os meus momentos de inspirações ou de organização conforme o que estou sentindo no momento. Sou uma pessoa que tem muito interesse em estudar e sentir cada vez mais sobre o universo feminino, o misticismo, a magia natural, a espiritualidade e a natureza, a partir desses meus interesses é que me envolvo como pessoa na criação. Além disso, me preocupo com o ambiente ao meu redor, gosto de escutar música celta e de acender incensos, procuro me conectar sem outro tipo de distração, e a inspiração vem após muitos esboços.

Como você se relaciona com a arte? Até um tempo atrás tinha uma visão diferente da arte (rs), tinha um certo preconceito sobre a área, pois na época de escola achava um pouco chato como era abordado… mas entrando na faculdade, notei minha paixão dentro do mundo artístico! Há tantos meios que podemos trabalhar e se encontrar, inclusive estudar a história da arte que é incrível. Após meu interesse na área comecei a me inserir em diferentes tipos de arte (música, rua, fotografia, teatro, etc) e pude ver uma das coisas que brilham meus olhos: o jeito que cada pessoa/artista se entrega para seu trabalho ou para o que está fazendo, produzindo, apresentando, elas realmente dão tudo de si, toda sua sinceridade para seu propósito. Hoje meu relacionamento com a arte é mais profundo. Creio que o artista (seja lá qual ramo dentro for) precisa ter a valorização necessária como profissional, talvez desde a escola ser mostrando às crianças todas as possibilidades de profissões relacionadas, o porque toda arte é cultura e porque toda cultura é importante. Assim o mundo veria com outros olhos! Gostaria de acrescentar que a arte é o reflexo do que ocorre ao nosso redor, é uma forma de se expressar.
banner33

Quais são os seus maiores desafios? O meu maior desafio é fazer tudo sozinha e bem feito. Conciliar o meu trabalho com as criações e produções de encomendas com o contato direto com o cliente, apresentar orçamentos e conversar sobre o trabalho. Tenho uma metodologia para isso, separando o momento de criação com o de contato com os clientes, porém atualmente as pessoas são imediatistas e gostam de ser atendidas por onde e quando acham melhor. Procuro encontrar a melhor forma de atender, de realizar os trabalhos e de me dar o tempo que preciso para descansar para, assim, todos saírem ganhando.

As pessoas compram a sua arte e a leva para dentro de suas casas, como é isso para você? É muito gratificante, é o momento que me realiza, quando uma pessoa me envia uma foto de alguma arte minha fazendo parte de seu lar ou de sua pele, fico muito feliz! É muito interessante fazer parte da história de pessoas que talvez eu nunca poderei conhecer pessoalmente. É uma honra fazer parte disso tudo. Já recebi feedbacks de reações emotivas que me motiva muito a continuar, é meu proposito nesse mundo… levar arte que toca para as pessoas!

O que te faz feliz? A vida! Fazer o que amo, conseguir trabalhar com o que amo, emocionar as pessoas através da minha arte, enxergar como a cada dia estou evoluindo nessa vida e vivenciar tudo ao meu redor… especificamente meus gatinhos, a natureza, os amigos, a família, a conexão com o meu interior, as oportunidades de conhecer gente incrível pelo mundo. Resumindo o que me faz feliz é a vida mesmo, algo precioso.

flor
sem título-2
okokok

A Camila atua no Rio Grande do Sul e, também, em alguns momentos abre sua agenda em outras regiões do Brasil. Sua próxima viagem será em São Paulo, entre os dias 04 e 08/02/2019, aproveite esta oportunidade para conhecê-la pessoalmente e adquira sua arte. 🙂

55
1
nicole1

Conheça mais o seu trabalho através do siteinstagram e loja. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s